Viva a Vida em Liberdade  


Naquela noite silêncio profundo

Palavras não caberiam dizer.

Um olhar já dizia tudo, era o fim.

(Aline Arévalo)


Escrito por Aline Arévalo [ envie esta mensagem ] [ ]





Morava numa ilha cujas sua águas traziam muitos peixes , assim que acordava punha seus pés no rio.

E não importava se estava frio ou calor, fazia aquilo sempre,

como um ritual de cada manhã.

Morava com o mato, com a terra, com os animais, consigo mesma,

à noite fazia fogueira e ficava contando estrelas.

Morreu dormindo numa certa manhã,

disseram os peixes das águas do rio...

(Aline Arévalo)


Escrito por Aline Arévalo [ envie esta mensagem ] [ ]





Misterio saber

O teu sabor,

Roda de moinho

Tanta vida, quantas pessoas

Existem ainda para se viver...


Vamos

Indo caminhando,

Dia-a-dia,

Anos, meses e segundos...


Mansos

Olhos apaixonados.

Meu coração

Entregro a você,

Nessas horas

Tão nossas

O seu

Sorriso me faz tão bem...


Amor perdido esse

Meu

Antes

Nunca

Tivesse te

Encontrado.

(Aline Arévalo)


Escrito por Aline Arévalo [ envie esta mensagem ] [ ]



[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]
 




 
 




Fábrica de sonhos
Minha Lua
Sombras e sonhos
Meu refúgio secreto
MISTERIOSO AMOR...
No tempo da delicadeza
Leo do Paula
Pequenas Mensagens
Poesias Casa do Bruxo
Universo do Haicai
Informação sobre as drogas
Poesia Cultura
Rádio Kboing
Rádio Educativa
Rádio Ipanema
Rádio Uol
Sábia-Laranjeira
Rádios ao vivo
Olhares [Fotografia]
Anti-Drogas
Meus Favoritos
Concertos-Bel
A vida pode ser a qualquer momento
Dias assim
Dias Assim blog
Civilizações na Sombra
Estatua de la fuente
Anônimo Incógnito
Nada haver
Vida em Poesia
Tiro Curto
Indefinida
Cosmunicando
A menina e as montanhas
Menina Gauche
Ecos Diversos
Blog do Tas
Tom