Viva a Vida em Liberdade  


Leve

Aroma

Voa

Alto

No azul

Do céu

Anil....

Aline Arévalo


Escrito por Aline Arévalo [ envie esta mensagem ] [ ]





Ah o amor...

Canteiro de delícias,

Cuja nascente é

Mágica essencia de Sândalo.

Profundo lago imaculado.

Plana no alto, longe,longe...

Livre de tudo...

Faz sentir as folhas das árvores,

No contorno do vento.

Abraça sementes na terra.

Ilumina pensamentos,

Êxtaxe é viver aqui.

(Aline Arévalo)


Escrito por Aline Arévalo [ envie esta mensagem ] [ ]





Sensação de anteontem

Com gosto de amanhã.

Cheiro de pele macia,

gosto de carinho, bocas coladas...

Sou tua amor...

Seja meu prá sempre...

Bebe minha alma,

Vasculha minha vida,

Sentimentos vadios, infantis.

E assiste a cena que se acaba,

de um teatro representado

sem porta,sem saída...

A poesia é sem janela,

é um fantasma vagabundo, perdido, machucado,

jogado às traças, decadente, no meio da rua. 

Bebe de um veneno que corroe seu corpo, suga seu sangue,

mata por dentro.

 (Aline Arévalo)


Escrito por Aline Arévalo [ envie esta mensagem ] [ ]





Antes a descoberta, o

Mistério, a vontade, a paixão; com o tempo,

Odio,  

Rancor e morte.

 

Muitos são

Os sentimentos que

Renascem, o

Tempo cicatriza as marcas da

Experiência vivida.

 

(Aline Arévalo)


Escrito por Aline Arévalo [ envie esta mensagem ] [ ]



[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]
 




 
 




Fábrica de sonhos
Minha Lua
Sombras e sonhos
Meu refúgio secreto
MISTERIOSO AMOR...
No tempo da delicadeza
Leo do Paula
Pequenas Mensagens
Poesias Casa do Bruxo
Universo do Haicai
Informação sobre as drogas
Poesia Cultura
Rádio Kboing
Rádio Educativa
Rádio Ipanema
Rádio Uol
Sábia-Laranjeira
Rádios ao vivo
Olhares [Fotografia]
Anti-Drogas
Meus Favoritos
Concertos-Bel
A vida pode ser a qualquer momento
Dias assim
Dias Assim blog
Civilizações na Sombra
Estatua de la fuente
Anônimo Incógnito
Nada haver
Vida em Poesia
Tiro Curto
Indefinida
Cosmunicando
A menina e as montanhas
Menina Gauche
Ecos Diversos
Blog do Tas
Tom